Dois Sauvignon Blanc na Minha Taça!

Essa é uma prática que todos nós que trabalhamos com vinhos devemos fazer… Degustar dois ou três vinhos da mesma casta de regiões diferentes para entender as diferenças. E foi o que fiz no sábado passado em uma tarde tranquila enquanto preparávamos o almoço.

Não foi o objetivo comparar os dois em preço e chegar a conclusão de qual é o melhor… A ideia não é essa! O legal é perceber o que cada vinho pode oferecer, claro que escolhi dois grandes produtores e seus vinhos são excelentes, mas o clima muda, o tipo de plantio, colheita e até mesmo a origem do clone da uva pode mostrar a diferença entre os vinhos. Então vamos lá!

batalha brancos

O primeiro Sauvignon Blanc eu comentei semana passada, e falei que ele ia brilhar no meu almoço com camarões a la plancha. E foi exatamente o que fizemos! Entre sashimi, camarões grelhados, atum e uma rica salada o Bella Vista Sauvignon Blanc Miolo fez bonito! Um vinho que apresenta aromas mais herbáceos, frutas cítricas, e muito frescor… Na boca é exatamente isso e ficou perfeito com o almoço. Arrisquei um molho de mostarda, aceto balsâmico e mel na salada, e a acidez ficou ótima! A cor do vinho é bem palha pálido, ou seja, bem clarinho. O frescor do vinho me deixa imaginar que as uvas foram colhidas de uma região bem fria, e não muito maduras.  Um vinho que combina exatamente com o nosso verão brasileiro, que pede piscina, praia, camarão e bate papo com os amigos… Tá aí! No primeiro impacto na boca a acidez se mostrou bem alta, mas na harmonização equilibrou bem!

E fomos para o segundo vinho… Na verdade coloquei lado a lado. O Testemunho da Luigi Bosca, uma vinícola tradicional que sem dúvida produz excelentes vinhos… Nesse eu encontrei aromas intensos, floral e frutas cítricas mais maduras. Elegante mesmo! Na boca não decepcionou! A acidez delicada e uma imensidão de flores brancas e frutas, tem frescor e mineralidade. Fiquei um pouco intrigada porque achei floral além do que esperado para um Sauvignon Blanc, e olhando a ficha técnica me deparo com 10% de Riesling no corte. Um vinho delicioso para um happy hour com as amigas! Tipo fácil fácil tomá-lo! Então tá!!! Vamos ter que repetir a dose outro dia… Também harmoniza bem com peixes e frutos do mar… E querendo arriscar pode até ter um temperinho a mais no prato que o vinho “segura”.

E esse foi o meu sábado de orgia gastronômica com vinhos… Não existe programa melhor que comer e beber bem!

Você também pode gostar...