Vinhos em “Tinajas”

Marcia Anholeti

“Llenando las Viejas Tinajas” – Esse é o título das fotos que a De Martino colocou recentemente no Facebook e eu curti. Você sabe o que quer dizer isso? Ainda não é muito conhecido, na verdade já foi no passado, em tempos que nem eu bebia vinho ainda, mas resurgiu nos últimos anos e cada vez mais tempos produtores preparando vinhos assim.

1932309_758265407518655_530326325_n

As “tinajas” são jarros de barro grandes – aproximadamente 50 litros – onde antigamente se preparavam vinhos.  Ou melhor, onde se preparam vinhos até os dias de hoje.  E porque usar esses jarros de barro para preparar vinhos? Diferente da madeira, o barro não passa aromas ao vinho, o que deixa o máximo possível das características da própria uva.  Também é um recipiente bem poroso e proporciona uma micro-oxigenação natural. Mas não é fácil, o controle é todo manual, aos olhos do enólogo e de sua equipe, não tem controle de temperatura, ou qualquer outro sistema de ajuda tecnológica.

1779685_758265394185323_1389637147_n

O winemaker precisa ficar de olho para não errar e ter certeza do produto final de alta qualidade.

1978853_758265540851975_1724854377_n1011620_758265560851973_354917202_n

A De Martino, por exemplo, seu vinho, em “tinajas” centenárias de argila, é da uva cinsalt. Essa por sua vez passa 15 dias dentro das jarras para realizar a fermentação com maceração. O vinho no final é mantido por 7 meses em média nas tinajas e engarrafado sem filtragem alguma.  Tanta intensidade proporciona um vinho com média de 8 anos de guarda. O meu é da safra 2011 e potencialmente iria até 2019, pretendo tomá-lo em breve, logo conto como foi a experiência!

FOTOS: BODEGA DE MARTINO – CHILE

3 thoughts on “Vinhos em “Tinajas”

  1. Bom dia!!
    Boas dicas!!! gostaria de mais informações, se possível, do processo completo de produção em potes de barro ou tinajas…pretendo fazer uma experiência caseira, pois, consegui encomendar um pote de barro. Se puder ajudar-me, agradeço muito.

    Abs.

    Att, Emilio Melo.
    Teresina-PI.

Comments are closed.