Saurus Chardonnay na minha taça!

Eu postei a foto no instagram semana passada e uma amiga me perguntou do vinho, aí quando fui indicar o post, eu simplesmente não achei! Pensei que já tinha falado desse vinho aqui no blog, mas não achei nadinha de nada dele! Como assim??? Não entendi mesmo, afinal, esse é um vinho que sempre tenho duas garrafas na adega. É aquele vinho que atende bem aos não apreciadores ou entendedores do vinho, e ao mesmo tempo agrada quem conhece e entende de vinho.

 

Um típico Chardonnay da Argentina com estrutura. Um vinho com aromas impactantes de frutas cítricas, flores e um toque doce. Na boca marca presença, estruturado e macio. Se percebe pela coloração, bouquet e boca que passou no carvalho por uma temporada.

A harmonização pede pescados, crustáceos… E eu sem dúvida imagino uma deliciosa casquinha de siri para acompanhar. Uma das minhas recordações de PuertoMont no Chile foi um restaurante, não lembro o nome, que serviu um siri gratinado ao vinho chardonnay. Isso fazem quase 19 anos e eu ainda lembro daquele dia. Um dos melhores pratos que comi em toda minha vida. Ta aí minha escolha por siri. Não é um gratinado, mas é uma casquinha!

A região da Patagônia é muito similar a Borgonha, segundo alguns profissionais do ramo. Lá faz frio, sol e frio ao mesmo tempo. Chove pouco e venta bastante. Exatamente o que precisam as uvas. O sol e o frio causam uma diferença térmica – amplitude térmica – muito grande. Ou seja, se de dia faz 35 graus, a noite pode chegar a 5 graus. E é quando a planta trabalha melhor, pois ela consegue perceber essa diferença térmica e descansar e trabalhar em momentos separados, consegue ter uma maturação completa do fruto.

Tenho gostado bastante dos vinhos de lá, acho o Pinot Noir também muito bom. E tem ganhado seu espaço no mercado. Fiquem atentos as opções no mercado.

Então é isso, começo a segunda-feira indicando um Chardonnay da Patagônia para vocês!

VINHO: SAURUS CHARDONNAY / SAFRA: 2012 / PRODUTOR: FAMILIA SCHROEDER / PAÍS: ARGENTINA / IMPORTADOR: DECANTER

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.