Italiano sem safra na Minha Taça!

Se tem uma coisa que é bem importante em um vinho de qualidade, podemos dizer que é a safra. As vezes vejo pessoas que nem entendem muito de vinho, mas perguntam qual a safra para um vinho do dia a dia, como se fosse fazer diferença… E faz? Depende! Se a sua intenção é um vinho de guarda, pode ser bem interessante comprar uma safra especial, mas se for um vinho de consumo rápido, aqui incluo TODOS sem exceção, não faz a menor diferença!

Mas voltando ao Minha Taça, hoje conto para vocês que alguns meses trás – esqueci de postar aqui – dois vinhos italianos que vocês não vão ver safra! É isso aí! Nada de safra no rótulo e são um espetáculo na taça!

O primeiro foi o RENOSU BIANCO, um vinho da Sardenha e que foi preparado da forma mais maravilhosa possível! A maceração foi feita em tanques de cimento, daqueles tradicionais principalmente em Portugal. Não sofreu filtração e nem clarificação. Tá bom pra você? E ficam em estágio de amadurecimento entre 3 a 3 anos em cimento. Entendeu o poder do vinho? Ainda não é tudo! Calma aí!!! Tem a tal da safra… Não existe, lamento informar! O vinho é feito a partir de um corte de várias safras, nesse caso aqui do na Minha Taça, foram dos anos 2008,2009 e 2010.  Sabem quem faz vinho assim também? Os famosos Champagnes NON VINTAGE!

renosu03

E o vinho? É algo espetacular mesmo! Na taça a cor é intensa, e sai do amarelo e vai ao laranja. Aromas intensos, frutas brancas de caroço, carnudo, toque de ervas, mineral e fica horas na sua boca, ou seja, final longuíssimo. E harmoniza com o que há de melhor da culinária italiana. Também uma boa seleção de queijos, e aqui venho logo o delicioso holandês Rembrandt, que tem um toque adocicado perfeito para harmonizar.

VINHO: RENOSU BIANCO / PRODUTOR: Dettori / REGIÃO: Sardegna – Sennori / PAÍS: Itália / CLASSIFICAÇÃO LEGAL: Romangia Bianco I.G.T. / CASTAS: Vermentino, Moscato de Sennori / IMPORTADORA: Decanter Vinhos

A maior parte do vinho laranja é produzida segundo regras dos vinhos naturais. Ou seja: dispensam produtos químicos nos vinhedos e leveduras industriais na fermentação. Além disso, muitos não são filtrados e chegam a ser um pouco turvos, o que pode dar a falsa impressão de que são defeituosos. Leia mais sobre Vinhos Laranjas AQUI. Por Guilherme Corrêa

Mas a noite foi longo e partimos para o tinto… Não poderia ser diferente, optamos pelo mesmo vinho na versão tinto! É isso aí, dois vinhos sem safra em uma única noite e tudo maravilhoso!

O Renosu Rosso eu já tomei algumas vezes, tenho que admitir! Sai da lista dos vinhos para experimentar e entrou na adega de casa como vinho que não pode faltar! Foi o queridinho entre tantos vinhos no WINE DAY da Decanter realizado na Região dos Lagos no último mês.

renosu02

Um vinho de aromas intensos… Uma das castas é a Cannonau, e não poderia deixar de ser um vinho pra lá de poderoso e é colocar na taça e logo se abre um sorriso. Sabe tudo de bom?! Eu encontrei bosque, frutas secas, e também um floral. Na boca é encorpado, expressivo e longo. Está macio, taninos perfeitos e pronto para ser apreciado, mesmo que ainda fique alguns anos na garrafa. Aí mais uma vez estamos falando de um vinho com corte de três safras diferentes, 2008, 2009 e 2010. Que também passa um estágio de até 36 meses em cimento, e um ano na garrafa antes de ir ao mercado. Um vinho que pede uma boa comida, bem estruturada para acompanhar, aposte em carnes marinadas e pratos untuosos.

VINHO: RENOSU ROSSO / PRODUTOR: Dettori / REGIÃO: Sardegna – Sennori / PAÍS: Itália / CLASSIFICAÇÃO LEGAL:Romangia Rosso I.G.T. / COMPOSIÇÃO DE CASTAS: Cannonau, Monica e Pascale /  IMPORTADORA: Decanter Vinhos

Conclusão do na Minha Taça de hoje… Estão chegando vinhos no mercado de altíssima qualidade sem safra, será uma tendência? Alguns produtores franceses e espanhóis também já estão produzindo… Esperar para ver e tomar!

 

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.